Ficar sem água é melhor que ficar sem smartphone

Ficar sem água x ficar sem smartphone

A pesquisa realizada

A empresa de pesquisa de mercado e opinião Expertise realizou um estudo intitulado de “Hábitos relacionados ao Smartphone”. O objetivo da pesquisa era compreender o comportamento e os sentimentos dos brasileiros em relação ao gadget. Todos os entrevistados tinham idade acima de 16 anos, de ambos os sexos, de todas as classes sociais e moradores de 512 cidades de todas as regiões do país, somando um total de 1.574 respondentes.

Principais resultados

De acordo com as análises das respostas, foi identificado que:

  1. 45% mantêm a internet conectada no wi-fi 3G ou 4G o tempo todo;
  2. 51% disseram que o término da bateria do celular é motivo de ansiedade e nervosismo;
  3. 39% declaram que a falta de sinal wi-fi, 3G ou 4G gera stress;
  4. 41% admitiram que não vivem sem o smartphone;
  5. 38% revelaram que checam a tela do smartphone diversas vezes por hora;
  6. 51% usam o celular sempre ou com muita frequência assim que acordam, antes mesmo de levantar da cama;
  7. 34% costumam usar o telefone enquanto andam a pé;
  8. 29% possuem o hábito de usar o smartphone enquanto está conversando com outra pessoa;
  9. 33% usam o aparelho sempre ou com muita frequência enquanto comem;
  10. 26% param tudo o que estão fazendo para verificar o que chegou sempre que recebem uma nova notificação.

Brasileiros declararam que preferem ficar sem água do que sem smartphone

Só os resultados acima já chamam a atenção ao demostrarem o vício das pessoas de estarem sempre conectadas. Mas um outro dado é ainda mais espantoso. Quando questionados sobre a escolha entre a prioridade do aparelho em relação à outras necessidades básicas, 42% dos internautas afirmaram que preferem ficar sem água ou energia elétrica em sua residência do que ficar 24h sem o smartphone.

Ou seja, as pessoas escolhem ficar sem água, que é vital para o ser humano, em vez de algo que é completamente indispensável para a sobrevivência! Ainda bem que é só uma ideia hipotética ter que escolher entre as duas coisas pois se fosse real não ia terminar bem…

Fonte: Exame

Facebook Comments